C*RALHO! Voador?!

maio 22, 2008

Se você fica filosofando naquelas benditas aulas de física sobre o quanto o professor deve ter se esforçado para tornar aqueles minutos realmente INSUPORTÁVEIS, saiba que no fundo você que é o culpado por tudo. Criatividade pode te salvar do tédio em qualquer situação.

Você, por exemplo, consegue imaginar algo que seja mais chato que uma conferência em russo sobre xadrez política? Não? Bá. Você que não tem criatividade suficiente. Saca só.

E com fundo musical…

E não perca no próximo post como montar seu próprio pintocóptero.

PlayStation1: Link original.

PlayStation2: Post integralmente digitado com o teclado virtual do Windows, já que eu fodi o teclado “físico” derramando café nele, depois desmontando-o e perdendo um parafuso e três borrachinhas.

PlayStation3: Alguém sabe como eu tiro a moderação dos comentários do WordPress?

PlaySation4: Mesmo estando cansado de ficar clicando nas teclas, eu estou escrevendo esse comentário enorme só pra dizer que isso CANSA.

Bahia, Bahia

maio 3, 2008

É de conhecimento geral que qualquer paulista que se preze tem um leve preconceito contra baianos. Eu mesmo, que sou contra todo tipo de preconceito, não resisto falar que alguém é baiano.

Falcaobaiano

-Falcão, seu baiano da porra!

Eu não tenho nada contra ninguém nasça ou more na Bahia. Mas é que pra mim ser baiano não é uma descendência, é um estado de espírito. Mas isso é opinião de um paulista. Mas o que dizer quando o coordenador do curso de medicina de uma universidade lá fala uma coisa dessas?

ABESURDO!

E pra provar que tudo não passa de injustiça, eu apelo pra um dos meus ídolos da música brasileira, senhor ministro Gilberto Gil.


E pra não ficar só nisso, um outro clássico youtubeano.

Ser loira e baiana não é pra qualquer um.

Obs.: Isso tudo é brincadeira. Eu tenho decendência baiana. Será que alguém antes de me xingar vai ler isso aqui?

Obs2.: O Falcão é cearense?

Só pra ter algo

maio 2, 2008

Eu juro que eu vou escrever aqui. Juro, juro, juro. Ainda hoje.